Com cartazes e faixas a categoria reivindicou o cumprimento do plano de cargos, carreira e remuneração e a aplicação correta de verba federal para a educação no município.


Por G1 PA

Professores da rede pública de Paragominas entraram em greve

Professores da rede pública de Paragominas entraram em greve 

Os professores da rede municipal de ensino do município de Paragominas, sudeste do estado, entraram em greve nesta terça-feira (24) por tempo indeterminado. Em nota a Prefeitura informou que todos os mais de 800 professores de Paragominas recebem o piso nacional do magistério e que vem cumprindo com todas as suas obrigações.

“Muitos anos que estamos nessa luta de movimento de greve com as mesmas pautas praticamente e o poder executivo não cumpri com todas elas, por exemplo, o PCCR que é o pano de carreira naõ vem sendo cumprido na sua totalidade e isso pode afetar na nossa aposentadoria”, disse Eduardo Emer, professor.

Com cartazes e faixas a categoria reivindicou o cumprimento do plano de cargos, carreira e remuneração e a aplicação correta de verba federal para a educação no município. Durante a manhã os professores realizaram um protesto em frente à Câmara dos vereadores.

Os professores também reclamaram sobre a votação na câmara para a criação do sistema municipal de educação sem que antes a prefeitura tente negociar com a categoria e cobrar o recebimento de uma indenização do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

A Prefeitura informou por meio de nota que todos os mais de 800 professores de Paragominas recebem o piso nacional do magistério e que vem cumprindo com todas as suas obrigações. Ainda segundo a Prefeitura, a greve pode causar prejuízos financeiros para o município caso a prova Brasil não seja realizada nas escolas. E que já pediu uma recomendação ao ministério público estadual de forma a garantir a realização da prova Brasil.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor, deixar cometário.
por favor, digite o seu nome