Jhoniel Ribeiro Rodrigues, de 7 anos, e Vitor Gabriel Rodrigues, 8, foram mortos por balas perdidas no dia 22 de Outubro de 2018 durante um tiroteio em uma praça em Santa Inês.

Crianças baleadas brincavam na praça municipal cantor Evaldo Cardoso quando foram atingida por balas perdidas.  — Foto: Reprodução/TV Mirante
Crianças baleadas brincavam na praça municipal cantor Evaldo Cardoso quando foram atingida por balas perdidas. — Foto: Reprodução/TV Mirante

A Justiça marcou para a próxima terça-feira (26) a audiência de instrução do processo sobre o caso da morte de Jhoniel Ribeiro Rodrigues, de 7 anos, e Vitor Gabriel Rodrigues, 8, que foram mortos por balas perdidas no dia 22 de outubro de 2018 durante um tiroteio ocorrido na praça Cantor Evaldo Cardoso, no bairro Vila Adelaide Cabral, situada na periferia do município de Santa Inês, a 250 km de São Luís.

Na audiência marcada para a próxima terça serão ouvidos Leandro Santos Rodrigues e Danilo Cutrim, e ainda as testemunhas de defesa e acusação. Depois desta audiência ainda vai ocorrer outra fase do processo que são as alegações finais, que é quando os advogados dos réus apresentam seus argumentos à juíza e só depois vem a sentença de pronúncia, que é a decisão se eles vão ou não a júri popular.

 O tiroteio tinha como alvo na ocasião um suspeito de assalto que aconteceu na noite de 22 de outubro. Horas depois dos crimes foi preso Leandro Santos Rodrigues que confessou a polícia ter transportado o atirador até o local do crime. Ele é apontado como o mandante. O alvo seria Raimundo Arlison de Sousa Félix, de 19 anos, que correu para o lado da praça onde as crianças estavam.

Um acerto de contas entre Leandro Santos e Raimundo Arlison, segundo a polícia, seria o motivo para o crime. Raimundo Arlison teria assaltado a casa da família de Leandro Santos. Raimundo foi preso pela Polícia Militar na manhã seguinte da morte das duas crianças circulando pelo bairro armado com um revólver. Ele, que estava preso por assalto e tráfico de drogas, tinha deixado a prisão poucos dias antes do crime e estava em liberdade condicional. Dias depois ele foi preso em São Luís, Danilo Cutrim Lima, 28, apontado como o atirador.

Danilo Cutrim Lima, de 28 anos, é apontado como o autor dos disparos que matou dois meninos em Santa Inês — Foto: Divulgação/TV Mirante
Danilo Cutrim Lima, de 28 anos, é apontado como o autor dos disparos que matou dois meninos em Santa Inês — Foto: Divulgação/TV Mirante

Fonte: G1 MA

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor, deixar cometário.
por favor, digite o seu nome