Autor: Fonte: Uol
    

 | Reprodução

Livre, pelo menos durante o dia. Condenada por matar e esquartejar o marido Marcos Matsunaga, em 2012, Elize Matsunaga ganhou direito ao regime semiaberto nesta segunda-feira (5). Com a decisão, ela deve ser beneficiada com as famosas “saidinhas” exatamente no Dia dos Pais, no próximo domingo (11).

A progressão para o semiaberto foi concedida pela juíza da Vara de Execucões Criminais (VEC) de Taubaté e está sendo cumprida desde o dia 1º de julho. O Ministério Público também se manifestou favorável à condenada.

Elize está presa desde 2012 na penitenciária feminina Santa Maria Eufrázia Pelletier, após matar e esquartejar o marido que, segundo ela, lhe torturava. A prisão também abrigou outras assassinas famosas, como Suzane von Richthofen, condenada pelo assassinato dos pais, e Anna Carolina Jatobá, madrasta de Isabela Nardoni. As duas também estão no semiaberto.

A viúva do ex-presidente da Yoki foi condenada em 2016 a 19 anos e 11 meses de prisão. Um novo recurso diminuiu a pena para 18 anos e 9 meses. Já em março deste ano, o Supremo Tribunal Federal recalculou a pena para 16 anos e 3 meses.

A partir de agora, Elize poderá deixar a cadeia durante o dia para trabalhar e estudar. Ela deverá retornar à noite para dormir. Ela também será beneficiada com quatro “saidinhas” ao ano. Neste ano, no entanto, o calendário da VEC estipulou três saídas, sendo a primeira no Dia dos Pais.

Com a progressão de pena, Elize também se mudará da atual cela e ficará em uma ala dedicada ao regime semiaberto.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor, deixar cometário.
por favor, digite o seu nome