Foto: Jorge Quadros

Nas redes sociais há uma convocação para que a população compareça à Câmara de Vereadores de Açailândia na noite desta quarta-feira, às 19h30 para assistir à Reunião Ordinária para que tomem conhecimento do posicionamento de cada vereador sobre as denúncias que pesam sobre a administração municipal no caso do IPSEMA – Instituto de Previdência dos Servidores de Açailândia em que o Ministério Público pede o afastamento imediato do prefeito Juscelino Oliveira, da presidente do Instituto, Josane Araújo e ainda o bloqueio dos bens do atual prefeito, da ex-prefeita Gleide Lima Santos e da própria presidente do IPSEMA, bem como outro processo em que consta diárias irregulares recebidas pelo gestor municipal, segundo o MPE.

Entendem as pessoas que estão fazendo a convocação que os vereadores são as peças principais para minimizar a situação política que todos estão vivenciando nos últimos meses e definir qual o rumo que o Legislativo deve tomar ao tratar com estas denúncias.

É nítido que os vereadores de Açailândia estão divididos em dois grupos. Um, menor, que faz parte da oposição e outro, maior, que é situação e que fortalece a base governamental. No entanto, como a situação está ficando cada vez mais complicada, principalmente com as denúncias formuladas ao Ministério Público Estadual e, por conseguinte pelo MPE à Justiça que já deu encaminhamento solicitando que os envolvidos apresentem defesa em 15 dias, é possível que, com a pressão popular alguns parlamentares se posicionem de forma diferente à partir desta reunião.

 

 

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor, deixar cometário.
por favor, digite o seu nome