PGJ com integrantes do GPI

Placa1

Maria José Corrêa foi homenageada por projeto

Placa2

Sandra Garcia também recebeu moção de aplausos

Medalha

Diretora das Promotorias de Imperatriz, Nahyma Abas recebeu medalha

O procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, assinou as Portarias que designam os promotores de justiça do Grupo de Promotores de Justiça Itinerantes (GPI) nos Pólos Regionais de Açailândia e Imperatriz.

O ato solene aconteceu nesta sexta-feira, 2, em Imperatriz. Autoridades, membros e servidores prestigiaram o evento.

Para o GPI-Regional Pólo Açailândia, foram designados os promotores de justiça Glauce Mara Lima Malheiros, Gleudson Malheiros Guimarães, Luciano Henrique Sousa Benigno, Helder Ferreira Bezerra e Peterson Armando Azevedo de Abreu.

Os promotores de justiça Edson de Miranda Cunha Filho, Joaquim Ribeiro de Souza Júnior, Nahyma Ribeiro Abas, Eduardo André de Aguiar Lopes e Albert Lages Mendes foram nomeados para compor o GPI- Regional Pólo Imperatriz.

“O trabalho do GPI é um esforço concentrado de membros e servidores, buscando maior celeridade nas ações. Ampliar a atuação em polos regionais é mais uma importante ação institucional, que trará resultados efetivos”, afirmou Luiz Gonzaga Coelho, em seu pronunciamento.

GPI
Criado em 2013, o GPI tem como objetivo auxiliar no desempenho das atividades processuais e extraprocessuais junto às Promotorias de Justiça, na capital e no interior do Maranhão, quando o elevado número de procedimentos administrativos justificar a sua atuação. O grupo conta com o apoio técnico de analistas ministeriais da Assessoria Técnica da PGJ.

ATOS
O Ato n° 05/2018- GPGJ, que dispõe sobre a comunicação dos atos processuais, via whatsapp, no âmbito do MPMA; e o Ato n° 16/2018 – GPGJ, que trata sobre a criação do Programa de Gestão de Pessoas por Competências no âmbito do MPMA, também foram assinados pelo procurador-geral de justiça na solenidade.

HOMENAGENS
A programação do evento realizado em Imperatriz também incluiu homenagens aos membros do MPMA.

Segundo o chefe do Ministério Público, o empenho e o compromisso com as atribuições não são mérito e sim obrigações como servidores públicos. “Mas é lógico que há de se celebrar e homenagear todos que vão além, aplicando-se com ainda maior vigor e interesse”.

As promotoras de justiça Maria José Lopes Corrêa, da 2a Promotoria de Justiça da Comarca de João Lisboa; e Sandra Fagundes Garcia, da 6a Promotoria de Justiça da Comarca de Açailândia, receberam Moção de Aplausos, concedida pelo Conselho Superior do Ministério Público.

Maria José Lopes Corrêa e Sandra Fagundes Garcia tiveram atuação reconhecida na condução das campanhas institucionais “Ler, Escrever, Pensar: Conscientizar para Transformar” e “O Maranhão na prevenção às drogas”, respectivamente.

Logo após, foi outorgada a Medalha de Mérito do Ministério Público do Estado do Maranhão, instituída pelo Ato n° 422/2017, para membros com 10 e 20 de dedicação à instituição.

Os promotores de justiça Nahyma Ribeiro Abas, Alessandro Brandão Marques, Aline Matos Pires Ferreira, Carlos Róstão Martins Freitas, Dailma Maria de Melo Brito, Edilson Santana de Sousa, João Marcelo Moreira Trovão, Maria José Lopes Corrêa, Raquel Chaves Duarte Sales, Samira Mercês dos Santos e Sandro Pofahl Bíscaro receberam a medalha na categoria bronze, com 10 anos de serviços prestados ao MPMA.

As medalhas na categoria prata, com 20 anos de atuação institucional, foram concedidas para Antônio Coêlho Soares Júnior, Domingos Eduardo da Silva, Guaracy Martins Figueiredo e Jadilson Cirqueira de Sousa.

Redação: CCOM-MPMA

Faça um comentário

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor, deixar cometário.
por favor, digite o seu nome